sábado, 7 de novembro de 2009

O sonho da noite.

Essa noite eu sonhei que tinha combinado com a écs #1 de ir ao motel comemorar alguma coisa que eu não faço a menor idéia do que era. Fui lá, paguei 40 dinheiros por 3 horas e me pus a esperar. Como ela estava demorando fui ao quarto ao lado, que se transformou na sala do apartamento de Fernanda (sempre ela) e fiquei jogando cartas com ela, Renê e Travesti Nanny. Quando o atraso já passava de uma  hora, liguei pra ela emputecida e falei um monte de desaforo, coisa que tenho anos de prática. Xinguei até a quinta geração da família dela, disse que ela ia me pagar os 40 dinheiros investidos nem que eu tivesse que pegar alguma coisa dela como garantia (essa parte eu aprendi com a Fernanda na vida real, a garota tem talento pra agiota... da onde você acha que veio aquele belíssimo sofá vermelho -chamado carinhosamente de Red Label - na sala dela?). Enfim. Xinguei a moça com todas as palavras de baixão calão que conheço. Lembro de no sonho eu ficar muito chateada de não poder mais ameaçar contar pra família dela que ela é sapatão já que agora ela já se assumiu. Me senti usurpada desse "direito" de ferrar a vida dela. Credo né? Quem vê pensa que sou um mau elemento. Voltando ao sonho, de repente eu estava no quarto dos meus pais da casa em que eu morava antes de mudar pra essa e lá era o quarto dessa écs. Eu peguei uma folha de papel e comecei a escrever um monte de  sandice, e claro que não poderia deixar de chamá-la de puta - não que ela seja puta, mas ela ficava tão ofendida com isso que eu usava de propósito - e ia deixar o bilhete debaixo do travesseiro dela quando a mãe dela entrou no quarto. Então eu amassei o papel e enfiei no bolso e contei pra mãe dela que a filha dela me devia 40 reais do motel e que eu precisava do dinheiro logo porque era o dinheiro da xerox da faculdade. Fomos parar no quarto do meu irmão da casa em que moro agora. Ela pegou a carteira do bolso do vestido e me deu 50 reais dizendo que os 10 que sobrassem era pra eu tomar um sorvete, e se pôs a arrumar o quarto dele.

Daí eu acordei.

Um comentário:

grazy dos santos. disse...

tomar um sorvete ahahahaha.