quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Retrospectiva 2009 - Um ano do capeta.

Mimimi 2009, mimimi 2010, mimimi.
Meu ano de 2009 começou uma merda. E não é daquelas merdinhas não, é daquelas que entopem a privada por 3 dias e que fedem por semanas.
Vamos pra tradicional retrospectiva dessa porra de ano exú (se não fosse meu hábito infantil de escrever diários, eu não lembraria de metade das coisas).

JANEIRO: Pé na bunda fenomenal com direito a desequilibrio psicológico. Festa do álcool na casa do Everton onde gastamos 100 dinheiros em bebidas e no fim tava todo mundo muito loko jogado na garagem, e eu oscilava entre felicidade extrema por estar com meus amigos e infelicidade suicida por ter sido tratada igual a cocô por alguém que dizia gostar de mim (ahãm). Passei nos vestibular do Mackenzie e da PUC. No dia 25 eu encontrei Cãmila, minha gata trombadinha da zona leste.

FEVEREIRO:  Descobri que tinha passado na USP e nem fiquei pulando de alegria. Começo de aulas na PUC. Assisti REC com Pri e Linão e foi um dia muito legal. Passei nervoso, pra variar. Comecei a dar brecha pra gente do meu passado voltar, coisa que eu nunca deveria ter feito. Conheci Juana.

MARÇO: Larguei a PUC, coloquei um piercing no septo e mais uma vez briguei feio com a écs #1. Fiz besteiras no corredor do prédio de uma ãmiga.

ABRIL: Fiz vinte anos. Bela porcaria, ainda me sinto com 12 mentalmente. Me caguei todinha SENTIMENTALMENTE FALANDO. Daí teve balada no meu aniversário - nota mental: balada hétero nunca mais - e eu tomei tanta porcaria que acabei gorfando agarrada ao latão de lixo enquanto Fernanda e Juana me seguravam pra eu não cair dentro do dito cujo. Isso sim é amizade, Brasil. Conheci Denis Penis virtualmente. Fui pra virada cultural e nesse dia "meu mundo caiu": minha mãe descobriu tudo o que eu fazia no baile e quase teve um piripaque, eu juro. Ela chegou até a me botar pra fora de casa, mas me aceitou de volta à noite.

MAIO:  Aguentei minha família inteira me olhando torto o mês inteiro. Quase desisti da vida bandida, mas até parece que eu consigo. Passei maio todinho saindo com uma bela mulier. Comecei a boicotar o francês (peguei e me arrependi hoje).  Mais um surto por causa de pessoas, mas esse eu nem fiz questão de chilicar. Surtei com a faculdade também, pensava em largar todo dia.

JUNHO: Comecei a namorar, e pra história ficar um pouco mais esquisita (no meu mundinho particular) foi com um rapaz. E o mais engraçado foi a écs #1 me ligando pra perguntar se ela tinha visto direito que eu tava com um cara. Eu ri. Fui pra Minas Gerais também, e lá tive o maior quebra pau da minha vida com meu pai, a ponto de ameaçá-lo de morte se ele ousasse levantar a mão pra minha mãe. Ele foi escroto e muito me humilhou também, então estamos quites. Fiquei semanas sem falar com ele.

JULHO: Decidi que não trancaria a faculdade porcaria nenhuma porque pelo menos se eu fosse presa poderia ficar numa cela especial. Teve reposição de aula na faculdade pois a USP achou legal fazer greve. Terminei meu namoro achando que estava tudo bem, mas eu bem me conheço e lá fui eu fazer escândalo, pra variar.

AGOSTO: Meu cachorro Jiba morreu e até agora eu não consegui chorar tudo o que era pra chorar. Teve também o churrasco na casa da Aline onde eu tava muito louca de bebida e não lembro de quase nada, só me lembro de estar no meio da rua de moicano e depois estar lavando o cabelo numa pia meio vomitada, e até acho que foi isso que proporcionou o brilho intenso de meus cabelos. Teve um domingo que fui ao Ibira com Paulão e Linão e lá ví Marcos Moreira 24 anos e uma goiaba no lugar das gengivas fazendo um tributo ao sol (tava lá com a bunda seca virada pro sol, acho que tava tentando matar os ácaros do cu). Teve também cachorrada na casa do Vini, a galere toda fazendo festa na Ponte Rasa, e foi nessa festa que Zula deus as caras (interninha). Aproveitei e tive uma tarde só para garotas com Linão e Priscilla e foi um dia muito legal até quando não fazia mais sentido (catuaba).

SETEMBRO: Todas as vezes que fui ao cinema esse ano foi em setembro.

OUTUBRO: Quase fui violentada por uma ãmiga enquanto frangos estavam sendo fritos ao estilo KFC na cozinha da casa de Fernanda. Descobri que não posso ficar bêbada que encosta a pomba gira em mim e eu quero ficar nua (prefiro não me explicar). Linão foi expulsa de casa e eu fui ajudá-la a fazer uma mudança de emergência. Daí eu peguei e fui pra Boiçucanga com Fernanda onde a gente mais caiu do que ficou de pé. Daí me contaram que tinha gente pedindo meu msn por aí e eu já estava louca pra um barraco novo na minha vida (como diria Britney: "another day, another drama) fui e comecei a semear a discórdia.

NOVEMBRO: Tomei uma latada de cerveja na testa e tive que aguentar surto alcoólico enquanto podia estar brincando de reino encantado com a galere (não pergunte). Comecei a trocar emails fervorosamente com uma simpática moça quase vizinha minha. Fui num congresso de jornalismo na USP junto com a Sarah.

DEZEMBRO: Brinquei de gangorra no largo do Arouche com o Vini (dia feliz!) Comi tacos mexicanos. Conheci um cara muito bizarro na lotação. Fui "a outra". Peguei e fui pra Pernambuco com a Fernanda, sem maiores avisos, e lá fiquei conhecida como "Galega" e nada além disso. Conheci um homem que é a cara do Dexter porém mais amorenado. Decorei a letra de Bohemian Rhapsody (algo assim) do Queen. Dormi bêbada na praia e acordei com a frase "ri alto em Recife" tatuada de renna (num sei escrever essa bosta) perto do cofrinho. Fernanda tem uma escrita "muito loca em Pernambuco". Algo me diz que é porque a gente estava rindo muito e celebrando porque enquanto estávamos curtindo o clima úmido, quente e gostoso do litoral nordestino, tinha gente em São Paulo com início de depressão e/ou tendo o pior final de ano de sua vida. Rimos igual Paola Bracho, e enchemos a fuça com coquetéis servidos em abacaxis.Voltei pra São Paulo muito querendo ter ficado por lá e agora vou passar o ano novo na casa do Vini.


Aaaah o verão...

Um comentário:

Karol Pereira disse...

Ai Mari, tava c/ saudades dos seus posts!XD
Coloca esse ano exu num papel e queima. Um 2010 fodástico pra vc tá?
Ah, e não esqueci do seu alce!
=)