quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Essa noite eu sonhei que estava num presídio que ao mesmo tempo que era presídio, também era escola. Daí não sei que caralho aconteceu naquele lugar que teve tiroteio e eu consegui escapar, mas para não me prenderem de novo, eu tinha que andar bem calma até a saída, e assim o fiz até ver a luz do sol. Notei que o presídio era a escola onde estudei a quarta e quinta série. E sonhei que o guardinha que tomava conta da frente da escola era o mesmo homem que na vida real ficava na portaria do cursinho. Daí eu fui caminhando em direção à porta e o tiozinho "inhaí?" e eu "beleza tio?", nisso alguém gritou "FALA TIOOO" atrás de mim, o que idiotamente me fez correr. Notando que eu estava correndo porque estava fugindo, ele fechou a porta da frente, mas deixou as laterais abertas, e eu corri por lá e dei um pulo fenomenal pra fora da escola, e sai desembestada correndo ladeira abaixo pra fugir do tiozinho.
Acordei com a mesma sensação de quem correu pra caralho, sem nem ter me mexido.

Um comentário:

Karol Pereira disse...

CCE = Caras Como Eu. É o log de um cara que escreve umas cronicas muito foda.

Sim, te devo! A cerva eu pago qdo vc quiser. Mas o alce, vixi, esse ta dificil, acho que a viagem miou, e a grana acabou...