segunda-feira, 28 de junho de 2010

Essa noite sonhei que estava indo trabalhar, mas que iria cair maior tempestade no meio do caminho, então eu tinha que correr pro prédio e tal, só que pra eu chegar lá eu tinha que fazer um rapel meio esquisito, tinha que segurar nas cortinas de um outro prédio e ir descendo dando chutinho na parede. O engraçado foi que eu estava chegando nessa parte do rapel e ví Fernanda lá pendurada como se fosse a coisa mais normal do mundo, esbanjando pacificidade. Daí meio que fui tentar descer e caí de cu no chão e Fernanda disse "tá vendo, isso que dá não agarrar no lençol direito".

aí eu acordei.
e depois dormi de novo.

Sonhei que estava entrando num restaurante e lá no fundo eu vi a écs #2 comendo alguma coisa com cereja e framboesa que deixava ela com a cara toda melequenta, parecia que tinha tomado um tiro na boca.

acordei,
dormi de novo.

sonhei que estava numa escola e que tinha ido conversar com uma professora dizendo que não me sentia à vontade pra fazer a apresentação de um trabalho mas que achava que, pelo meu quase impecável histórico escolar, eu merecia uma nota boa, e ela dizia que não se media se uma pessoa era boa aluna pelas notas mas sim pela quantidade de violência aprendida  em sala de aula. Fiquei maravilhada.

Aí acordei de vez.

4 comentários:

fels disse...

Porque eu sempre estou nos seus sonhos bizarros?

fels disse...

Porque eu sempre estou nos seus sonhos bizarros?

Ella disse...

E eu te mandei uma mensagem ontem a noite. Sexta, eu coloquei 30 reais de credito no meu celular, aih, domingo, eu já não tinha nada.
DESCULPA, isso não vai mais se repetir.


Beijo

Paty disse...

Totalmente bizarro e do avesso, mas aparentemente não tão longe da realidade (oi, escola de alunos violentos?)

-.-