quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Sabe que me deu maior saudade agora de passar metade da madrugada sentada naquele posto de gasolina com o namorado enchendo a cara de bebida não-tão-barata-assim e conversando sobre essas coisas normais de casais, tipo ninjas, zumbis, dinossauros, videogames e livros esquisitos.

Aí que olho meu celular e tem uma mensagem do cidadão dizendo "eu tenho o mundo inteiro pra salvar e pensar em você é chulamitaaaa"  (a música é Kriptonita, do Ludov).
Não tem como não amar.