sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Mulher muito louca de amargura no metrô.

É impressionante. Eu saio com a Fernanda e sempre, SEMPRE me acontece alguma coisa estranha.
Tava lá com ela voltando do bar laranja, as duas lindas no metrô, super conversandinho, quando uma cidadã com os dentes da frente bem separados chega pra gente e começa "eu sei que a gente está no metrô e que a gente escuta muito causo mas se eu contar a minha história vocês escutam?".
Tive alternativa? Respondi que sim.
E lá começou a mulher a falar que ela estava bebendo com um cara, pediu pra ir ao banheiro e no que ela voltou o homem tinha sumido. Aí ela continuou falando que onde já se viu, que ela pagava 200 reais do cartão de crédito dele todo mês, que colocava crédito no celular dele todo mês. Que ele a conheceu quando ela tinha 14 anos, que ela nem corpo de mulher tinha, nem corpo formado, e ele fez um filho nela.
Aí do nada sacou o telefone e ligou pra ele, e enquanto tocava ela afirmou "não vou ligar pra ele". Fiquei só olhando ela com o celularzão V3 na zorelha e falando "não, porque não vou ligar pra ele, essa é a última vez".
Daí ela desligou e continuou falando que olhou pra gente e achou a gente tão amiga (eu e Fernananda) que achou até que a gente tinha algo pra dizer pra ela.
Aham.
Somos duas losers sentimentais e ela vem pedir conselho pra gente.
Desci 3 estações antes porque né, já me basta os meus problemas, não vou ficar ouvindo problemas de desconhecidos.

2 comentários:

Nu ! disse...

Eu li: vomitando laranja

estou tentando imaginar você de conselheira sentimental.

essa mulher não deve ter amigos.

♪ dá um pé na bunda dele, ele não te ama, ele só te engana.. ♪

Gabii disse...

procura um pscológo minha filha ...

ele deve saber resolver problema d mlhres sem amor próprio...

( deve ser melhor que alugar os outros no metrô)