sábado, 25 de dezembro de 2010

Essa noite sonhei que eu estava na casa onde eu morava antigamente. Sonhei que lá tinha um lago que tinha jacaré e uns bicho branco peludo aquático muito bonitinhos. Sonhei que a minha família vivia da caça desses bichos. Aí a gente caçou o bicho branco peludo bonitinho (parecia um gato derretido) e um jacaré. Aí os dois ainda estavam vivos ainda mas a gente não sabia, então eu vi o bicho branco bonitinho correr de novo pro laguinho e fui cortar os dentes do jacaré pra fazer pingentes, só que o bichão acordou e começou a vir atrás de mim, e eu só empurrando ele com a vassoura. Então eu consegui correr pra dentro de casa, mas o bicho veio atrás e a gente prendeu o focinho dele na porta. Enquanto ele ficava preso na porta, eu enfiei uma faca na fuça dele e só ví o changue jorrando. Ele tinha desmaiado. Então abrí rapiramente a porta e, igual no God of War 3, abri a barriga do bichão e deixei as entranhas dele pra fora. Fechei novamente a porta e acordei.

Sonhei com mais alguma coisa, mas no momento eu realmente não lembro.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Sonho bem egocêntrico.

Essa noite sonhei que estava na rua andando e de repente avistei a écs #1. Daí a gente estava num outro país, acho que na França. A gente estava andando por um lugar muito parecido com um museu e de repente a gente estava numa rua muito larga, deserta e comprida. aí começamos a conversar sobre o Natal e do nada a gente começa a se truvar tuda. Aí eu falei "mano, cê tá muito loka?" e ela falou alguma coisa que eu num lembro o que era e eu falava "eu não posso fazer isso com o Denis é sacanagem com ele" e de repente aparecia uma orda de amigos dele no ponto de busão, como se fosse micareta de carnaval.
Fim.


Daí deitei agora de manhã e sonhei com mais coisas.
Sonhei que morava numa mansão bem no estilo Corleone com um "quê' de domínios do Hades do God of War 3. Sim, eu jogo e leio muita coisa do tipo. Aí eu meio que virava minha gata de vez em quando e de repente eu tava na casa do vizinho, no corpo da Cãmila, e eu tava fugindo daquelas crianças que na verdade eram minha cunhada e uma prima dela, porque elas queriam me amassar até minhas tripas voarem pelos olhos. Daí eu fugia pra minha casa e de repente minha família era meio bizarra. Eu já tinha virado eu de novo, minha mãe era uma mãe adotiva muito severa e muito parecida com a Ione do shopping (CLICA AQUI  PRA VER QUEM É), meu irmão era um loiro obseo e meu pai era meu pai, só que menos lesado. Aí do nada, de repente, eu tava num busão junto com as crianças citadas e eles estavam me levando pra uma represa, Daí eu disse "eita, eu tenho que trabalhar amanhã" e do nada a chefe de excurções disse assim que não era pra eu estar lá, daí eu viro pra uma véia de unhona vermelha e cabelo armado também vermelho e falo, tomada pelo escárnio: "ah, então por causa de um passeio pra essa represa que eu nem sei como eu vim parar dentro desse ônibus pestilento, vocês vão me matar, né? nossa, como vocês são malvados e radicais, estou deveras assustada".
Aí eu acordei.

Sonhei também que olhava num espelho e meu rosto estava cheio de microbolhinhas marrons, parecia que meu rosto era um pretzel sendo assado.

E fica uma música de Natal pra galere aqui:




As Pussycats Dolls cantando com Carmen Electra uma música natalina de cabaré.
Porque eu curto cabarés.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Essa noite sonhei com a Fernanda. Não lembro muito bem o que. Também sonhei que toda vez que meu despertador tocava era alguém ligando pra me xingar.
Sempre ponho meu despertador pra começar a tocar 9:30, mas só acordo 11h.
Não quero ir trabalhar hoje.
Amanhã é véspera de Natal já.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

sonhei que tava no metrô na linha verde com meu namorado e mais umas pessoas que eu nunca vi na vida mas que no sonho eram minhas amigas, quando de repente entra a écs #1 com um baita cabelão e começa a resmungar e resmungar até eu descer do trem.

domingo, 19 de dezembro de 2010

Essa noite sonhei que eu chegava no meu trabalho e a filha do chefe me chamava de canto pra conversar, aí ela pegava e me demitia porque eu supostamente comentei ofensas no vídeo da mãe dela cantando. Aí eu falava "não meu, nem sei do que você táfalando, eu tenho preguiça de comentar em vídeo do youtube" e ela chorava e chorava e dizia que era uma falta de caráter falar mal dela na internet e que os advogados dela iriam me contatar. aí surgia a Fernananda e falava "pára meu, nem foi a menina e záz" e daí, no fim das contas, ela mostrava uma conta no youtube que não era a minha e eu mostrava a minha e falava "viu? larga mão de ser troxa".

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Depois de praguejar horrores contra a minha chefe ontem eu chego aqui e me presenteiam com uma garrafa de vinho Salton, uma lata de panetone Alpino e UMA LATA DE COOKIES.

Essa é vida, tão irônica como só ela sabe ser.

Minha vida está um inferno (ou PRAGUEJOS SOBRE MEU TRABALHO E COMO UMA PIRANHA CONSEGUE TRANSFORMAR MINHA VIDA EM INFERNO EM MENOS DE 15 DIAS)

Eu ia escrever um texto aqui explicando o motivo de eu entrar em pânico toda vez que penso em ir pro trabalho mas achei esse e-mail que mandei pra Fernananda bem mais explicativo.

Assunto: TELEMARKETING, OI.
Então.
Deixa eu te contar pra você sentir ódio por mim e dar graças à Deus que você saiu desse lugar.
Daí que hoje, depois de eu ter ferrado minhas mãos com Veja por ter que limpar POS encardido (10 deles) e ainda passar a tarde toda dando carga nessas budegas pra maioria apresentar defeito, aí me aparece esse aprendiz de demônio ártico chamado PINGUIM e me fala "ai, vem aqui que eu quero te mostrar uma coisa" (leia com voz tremida de pinguim). Aí eu botei a minha melhor POKER FEICE e fui ver o que essa enviada de Lúcifer queria.
Esse satanás de rabo de cavalo me fez até apresentação em power point com um monte de merda escrita e disse que, resumindo: AÊ CENTRAL, SUAS OTÁRIAS OCIOSAS, VOU ACABAR COM A MAMATA E VOCÊS AGORA VÃO FAZER TELEMARKETING ATIVO HAHAHA SE FUDERAM SUAS TROXA.
Juro que ouvi ela dizer isso.
aí ela veio com mimimimi cada uma terá que ligar pra 155 prestadores oferecendo a alma e a bunda, mimimi mimimi quem vender mais depois ganhará 200 reais e mais um prêmio surpresa. Olha, se tem uma coisa que a vida me ensinou é que TODA SURPRESA É NEGATIVA. E eu já tô esperando alguma coisa bem idiota e bem sem graça. Tipo sei lá. Uma cesta de café da manhã daquelas bem vagabundas.
Só te digo: vou ligar sim. Segue meu diálogo com a galere:
Mariana: Oi, quer faturamento?
Prestador: Não.
Mariana: Ótimo.
Fim.
Esse capeta de saias veio falar que a empresa crescendo, os funcionários também tiram vantagem AÍ eu te digo: tô vendo o trabalho crescer mas o salário ó... eles não ligam pra gente, Michael. Vem com papinho de que querem desenvolver nosso potencial quando na verdade querem somente desenvolver um belo de um pau na nossa bunda e uma úlcera nervosa no nosso estômago.
Enquanto isso essa perua maldita vai viajar e encher esse cu rosado com vinho do porto e sei lá mais o quê.
200 reais, 200 reais. 200 reais eu pago pra ela enfiar uma garrafa pet de coca-cola de 3 litros naquela bunda anormalmente gigante dela.
Enfim, só queria te contar pra você se sentir sortuda porque olha, se tem uma coisa que não tá é fácil de conviver com essa uma aqui.
Boa sorte no trabalho novo, xuxu!


Um beijo, te amo.


Mariana, a revoltada.

__________

Então. Fernananda saiu do emprego na sexta-feira e na segunda-feira a vaca da filha do dono da empresa - que agora está se entitulando GERENTE GERAL DE NEGÓCIOS resolveu que né, vamos fazer essas filhas da puta da central ficar fazendo papel de Telemarketing Ativo e inventou uma ladainha tão babaca que eu vou ter que compartilhar aqui com minha meia dúzia de leitores. Ela "lançou um desafio" (ai gente) pra galere da central falando que quem conseguir ligar pros prestadores e fechar de 10 contratos pra mais vai ganhar 200 reais a mais no salário no fim de janeiro e mais um "prêmio surpresa". Montou até apresentação no Power Point pra mostrar essa palhaçada. Disse que ela já viu que a gente tem muito tempo ocioso e mimimi mimimi mimimi pau na bundinha branquinha dela. Traduzindo tudo o que ela disse com palavras bonitas: vão tentar me obrigar a fazer serviço de Telemarketing ativo, e se tem uma coisa que me desespera mais que a possibilidade de um "zombie outbreak" é esse telemarketing. Eu já chorei de raiva, de pânico, de rancor, de tristeza, de um tudo. Eu evitei até hoje trabalhar com telemarketing porque eu tenho PÂNICO disso. sinceramente, eu acho que se tem uma profissão que foi o capeta que inventou pra torturar as almas, esse trabalho foi o telemarketing. O telemarketing ativo então VIXE, só quem pecou muito em vidas passadas deve ter um emprego desse, tamanho o sofrimento.
Passei 21 anos livre de Atento, Contax e similares. Aí me aparece uma filhinha de papai querendo enfiar essa merda na minha vida sem nem pedir minha permissão.
Aí eu te digo o que essa piranha faz. Essa piranha é a filha do chefe. O horário dela é das 10h às 17h. Ela aparece lá às 12h, vai almoçar com pessoas diferentes todos os dias às 13h, volta às 14:30 e quando dá no máximo 15:30 essa vaca já está LONGE. E tudo o que ela sabe fazer alí é marcar almoço com a galere dela. Nunca vi pessoa que gosta de almoçar mais que ela. Nem eu, nem Fernananda, nem ninguém da corja gosta tanto de almoçar quanto essa mulher. E ela fica o dia inteiro inventando de salvar coisa em PDF. Se ela escrever "oi um beijo" no msn ela vai querer salvar em PDF. Ela fez um inferno na vida do meu gerente pra ela instalar sei-lá-o-quê que salve em PDF no computador dela.
Enfia o PDF na bunda.
E ela enrola tanto na meia hora que ela trabalha que tudo o que eu vejo ela fazer é ligar pra marcar almoço, ligar pro marido dela, ligar pras amigas, ligar pra agencia de viagem, ligar pra hotel. Só isso.
Aí que ela começou a trabalhar lá na empresa semana passada e adivinha só quem está indo de férias pra Europa amanhã?
Eu que não sou, óbvio, porque com o que eles me pagam já é muito eu conseguir viajar de busão pra Praia Grande. Mal e mal dá pra ir pra Jundiaí, que é o mais longe que eu consigo ir com R$2,50, pegando aqueles trens velhos e fodidos da CPTM que tem até rato dentro. Pra você sentir o nível da minha vida.
E por causa dessa idiota eu agora até ando sonhando com o trabalho. Ando tendo calafrios. Ando tendo azias. Desesperos. Fogodoremortenãosoltebalões.

Sei de uma coisa, ela quer que eu fique fazendo telemarketing, né? Espera só pra ver o serviço de CU que vou fazer. Se não gostar, me demite. demite mesmo, sem medo de ser feliz. Pelo menos 3 meses de auxílio desemprego eu pego. E digo além, vai ficar só ela e o papai dela lá, e eu vou rir quando isso acontecer. Vou rir igual Paola Bracho.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Sonhei essa noite que minha tia preferida tinha morrido. De repente eu tava num churrascão no meio da favela. Aí de repente eu tava fugindo de um chiclete gigante. Então de repente eu tõ no meu trabalho - que do nada virou as Casas Bahia - e aviso que só fui lá pra dizer que não ia trabalhar hoje.

Aí acordo, venho pro meu blog e dou de cara com o comentário de uma pessoa cujo nome me aparece como COOKIE MONSTER.

ASHAYUSYASGYAGSAYGS COOKIE MONSTER, MANO!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Guest post by Denis (o namorado)

Então,
Dai que eu fui buscar a namorada no serviço esse sábado. Ela desceu do prédio de onde trabalha com a mesma cara de todo sábado, que significa: "TENHO FOME".
Saimos de lá e fomos para um mercado que tem ali perto porque ela me disse que ia comprar algo pra comer. Até ai tudo bem. Perguntei o que ela ia comprar... resposta padrão: "Não sei'. Acabou pegando um coiso de mortadela e dois pães. OKEY.
Eu na super inocência achando que ela esperaria chegar na minha casa para comer, NÃÃÃOOO, pra quê, né?
Vamos comer no trem mesmo.
Imaginem comigo, ela sacou o pão do saquinho, abriu com a mão como se tivesse descascando uma mexirica, tamanha a prática da cidadã. Depois do assassinato do pobre do pão francês, ela abriu o pacote de mortadela e enfiou a mão até o pulso dentro pra pegar as fatias.Enfiou tudo o que pode no pão e comeu espalhando migalhas por metade do vagão, sem contar a minha mochila e a dela... se bobear tinha migalha até no cabelo.
Enquanto toda a cena rolava um senhor observava tudo e balançava a cabeça como sinal de reprovação.
Se está incomodado, pega um taxi, certo ?

O importante é que ela chegou em casa alimentada (e suja de pão com mortadela até a alma) e feliz.

Por essas coisas que eu a amo. =)

Boa semana proceis.

Denis

PS: Mais ou menos igual o Mr. Bean nesse vídeo:


__________

Mariana diz: Véio maldito. Aposto que saiu do trem e foi direto pra padaria comprar um X-pobreza. E digo mais, não gostou compre um helicoptéro.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Você percebe que tem alma de pobre quando seu namorado ganha uma diária num hotal que custa mais que o seu salário, aí você vai pro quarto e percebe que a cama de lá dá umas 4 da sua, então como boa POBRE que você é, fica se jogando lá em cima, e pula, e rola feito uma bola de praia colorida até cansar.
Aí à noite você em vez de aproveitar a cama para fazer o que a maioria dos jovens normais de 21 ano fazem quando ficam sozinhos, você e seu namorado simplesmente ficam assistindo UFC e ele aproveita pra te ensinar algumas finalizações e mais umas maneiras de se defender caso algum tarado pervertido te ataque na rua ou caso você se meta numa briga de bar.

Aí no café da manhã que eles dão é tanta FARTURA que você, por exemplo, come cream cheese com pão em vez de pão com cream cheese.

E como pobre que é pobre sempre leva recordações dos lugares que vai, você leva embora sabonete, bloquinho e caneta que achou pelo quarto. Até levaria o cinzeiro, mas você nem fuma.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Essa noite sonhei que eu olhava Fernanda espremer um cravo na cara de um rapaz, mas o cravo era tão grande que, sem brincadeira, era do tamanho de uma baguete.

Depois sonhei que Fernananda me dava maior bronca por roubar remédio do Vinícius e ficar noiada por aí com essas tarjas pretas doidas.

Tenho sonhado frequentemente com dorgas.