terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Essa manhã eu sonhei uma coisa muito nadavê. Sonhei que eu estava na casa que eu morava na Penha e a écs #1 estava lá. Aí eu morava ao lado de um mercado e a gente ia lá comer pão com azeitona de graça. No que a gente voltava pra minha casa já estava de noite e ela tinha que dormir lá, daí ela tomava banho e aparecia trajando uma única toalha (parecia uma toga). Enquanto isso meu irmão e meu primo discutiam sobre um carro que teria pertencido ao nosso bisavô, era um carrão antigo muito bonito. Aí do nada a gente aparece dentro de um carro, minha mãe dirigia e no banco de tráz estava eu, a écs #1 e o meu namorado de agora. E ele me olhava com raiva pensando que eu tinha feito alguma coisa com ela, mesmo que eu jurasse de pés juntos que eu não tinha nem apertado as mãos dela quando cumprimentei. Aí nós três começamos a discutir, baixaria atrás de baixaria, quando minha mãe me aparece no banco do passageiro falando um monte de sandice e eu pergunto "mãe, quem tá dirigindo?" e ela responde "a sua tia". No que eu olhei pro banco do motorista tinha uma anã negra dirigindo o carro. Eu não tenho nenhuma tia que seja anã e negra.

Aí eu acordei com a frase "meu salário é a metade" na cabeça.

Um comentário:

LubaLuba disse...

Esse pão com azeitona está convidativo. Acho que é porque tenho fooome, muita fooome.