sexta-feira, 29 de abril de 2011

Dormi e sonhei que eu estava num afesta num galpão e a Fernanda tinha espalhado pra galere que eu tinha sido um playboy muito fdp quando eu era homem (porque claro, no sonho eu era transexual), aí uma ãmiga nossa foi e espalhou pra todo mundo que eu era um playboyzinho de merda e eu fiquei muito puta da vida, grudei nos cabelos dessa menina e comecei a berrar o seguinte: VOCÊ NÃO SABE DA ONDE EU VIM OU POR ONDE ESTIVE OU POR ODE PASSEI, VOCÊ É SÓ UMA VAGABUNDA DO BELÉM! VAGABUNDA DO BELPEM! VABAGUNDA DO BELÉM! VAGABUNDA DO BELÉM1 (ad eternum). Aí eu prensei ela num portão e ela começou a falar em Churiandas e a tentar me abraçar, então deixei ela quieta prensada no portão e me afastei. Aí quando a treta esfriou, eu fui prum canto e comi um saco de doritos inteiro sozinha, e tinha um de plástico lá dentro, e dentro do saco de salgadinho estava meu celular, daí eu ia voltar de carro com a galere e de repente estava eu e uma "ãmiga" minha no carro (uma que mais me dá perdido que qualquer outra coisa, comecei a chamar pra fazer as coisas só por esporte mesmo) e eu disse "passa lá em casa" e ela "não vai dar, tenho que estudar as hélices do helicóptero. Sabe como é, elas não voam sozinhas" e eu "okay".

FIM.

Nenhum comentário: