quarta-feira, 20 de julho de 2011

Responder com "tudo ÓTIMO" a pergunta "oi, tudo bem com você?" feita por alguém que te feriu algum dia na sua vida com "tudo ÓTIMO" é quase que você dizer pra pessoa (tom desesperado, por favor) "NÃO, EU NÃO TO BEM E TUDO DE RUIM QUE VOCÊ ME FEZ AINDA ME ATINGE MAS CLARO QUE EU NÃO QUERO QUE VOCÊ SAIBA DISSO, QUERO QUE VOCÊ VEJA COMO EU TÔ BEM, COMO TUDO NA MINHA VIDA MELHOROU DEPOIS DAQUILO E COMO AGORA EU ESTOU SEGURA DE MIM E INABALÁVEL."

É o equivalente a passar perto de algum ex e fazer questão de dar risada e jogar a cabeça pra trás, parecendo feliz e contente, como se terminar o namoro tivesse sido a melhor coisa que aconteceu na sua vida.
Mesmo que tenha sido, com essa atitude você só vai pagar de desesperado, de penoso e o mais estúpido: de magoado.

Sou adepta do "eu tô bem". Só. Mesmo que tenha morrido toda a sua família. Mesmo que seu melhor amigo tenha comido sua namorada e engravidado ela. Mesmo que você esteja desempregado.
MESMO QUE TUDO DE RUIM DO UNIVERSO TENHA ACONTECIDO.

A vida já vai te humilhar de tantas formas que é preciso se ajudar pra não ser mais rebaixado ainda.
E lembre-se: NINGUÉM SE IMPORTA.

Um comentário:

Manu disse...

As pessoas só perguntam por educação. Ninguém quer saber como você está de verdade, a menos que seja um amigo mesmo.