quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Cara, veja só como a minha vida é emocionante. Sai com a minha namorada pra dar um rolê maroto pela região da Paulista, sentamos na praça em que eu costumava meter chifres no ex, ficamos lá conversando e de repente eu tenho ataque de tosse tão forte que o que acontece? Eu acabo vomitando chocolate com pão de queijo (pensa no CHEIRO dessa mistura) na minha própria mão. E ela viu tudo.
A sorte é que ela é enfermeira e está acostumada com esse tipo de nojeira. Ela foi toda linda e segurou a minha mão (A LIMPA) e foi comigo até o banheiro mais próximo pra eu me recompor. E disse assim que não liga. Ela é uma linda. Amo essa guria. 

Aí eu fui, me recompus e a gente voltou à praça do chifre. Tarra lá exalando amor por ela e ela por mim quando um HOMEM nojento decrépito e bêbado, sendo a cara do Seu Madruga, sendo banguela e sendo porco, sentou ao nosso lado e começou com um papinho ébrio de que homem dá uma sensação a mais, que homem faz falta, e, pasmem, que ele queria muito participar.
Olha, eu acho muita auto estima um mendigo fedorento, pobre e banguela chegar em duas moças de beleza considerável e de certa forma bem apessoadas e propor uma coisa dessas, ainda falando que poderia levar a gente ás nuvens.
Gente, olha, na boa, já experimentei "homem" (no sentido físico da coisa) e achei assim que é melhor ver o filme do Pelé mesmo. 
E veja só como a vida é linda, minha gente. Depois de ter sido brindada por palavras tão lindas e romãnticas como "quero ficar em cima de vocês", quando eu mandei o senhorzinho ir cuidar da mulher e dos 2345532 filhos dele, quando disse que ele estava sendo um porco desagradável e nojento, o papo mudou e de repente eu virei a puta sem vergonha e vagabunda. Resultado: fui jurada de morte por um véio alcoólatra e tarado.

Beijo pra você que me assiste.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Essa noite sonhei duas coisas estranhas.
Primeiro sonhei que estava na minha antiga casa. Eu, minha namorada, o Superlindo (menino que entrou na Universidade junto comigo), a moça que trabalha na seção de materiais e mais uma outra pessoa que não sei quem era. Aí do nada o Superlindo acendia um CHARUTO de maconha, fumava e passava pra mim. No que eu dava um pega, meu irmão aparecia. O engraçado é que no sonho ele tinha uns 16 anos, e não 27 como agora. Aí ele abaixava ao meu lado e falava "você não precisava ter apelado pras drogas, você podia ter conversado comigo". Fiquei comovida. Aí perguntei se ele ia contar pra nossa mãe e ele disse "mas é lógico". Aí fiquei putíssima e disse que era exatamente por isso que eu não confiava nele pra contar as coisas da minha vida.
Fim do sonho 01, começo do sonho 02.
Sonhei que estava esperando pra atravessas a avenida aqui pra chegar na Universidade, só que estava de noite. Aí nisso passa meu finado avô. Eu o reconheci e disse "NONNO?!?" e ele "ah, você me reconheceu". Não sei dizer direito o desenrolar da história, mas sei que eu dei um mega abraço nele no sonho e disse "eu não vou contar pra ninguém". No sonho eu descobri que na verdade meu avô não tinha morrido coisa nenhuma, era tudo um plano dele pra fugir da família. Compreensível. Sei que acordei toda feliz, mas aí a realidade me deu um soco na cara e eu lembrei dele deitado com aquele monte de rosas vermelhas em volta (ODEIO ROSAS VERMELHAS), lembrei das pessoas fechando o caixão. A última imagem que eu tive do meu avô foi essa.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Música velha mas tá valendo



"She's got a smile that would make the most senile
Annoying old man bite his tongue
I'm not done
She's got eyes comparable to sunrise
And it doesn't stop there
Man I swear
She's got porcelain skin of course she's a ten
And now she's even got her own song
But movin' on
She's got the cutest laugh I ever heard
And we can be on the phone for three hours
Not sayin' one word
And I would still cherish every moment
And when I start to build my future she's the main component
Call it dumb call it luck call it love or whatever you call it but
Everywhere I go I keep her picture in my wallet like here"

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Hoje ela achou o primeiro fio de cabelo branco na minha cabeça.

"Será que o tempo passou pra ela também?"
"Ela sabe. Sabe o quão linda é pra mim, sabe sua importância em minha vida, sabe que isso é amor. Sabe que eu a amo. Ela sabe de tudo."

=B

É por isso que a gente rái casá.

sábado, 10 de setembro de 2011

Essa noite sonhei que tinha uma bomba dentro do meu sexto livro do Harry Potter, aí eu ligava pra polícia pra avisar e aí quem atendia era uma dessas atendentes semianalfabetas de telemarketing que falava "sabe quando a polícia vai aparecer aí? NÉVA!". Aí eu me revoltava e começava a comer um monte de sanduiche que tinha em cima de uma mesa,e mas era um monte mesmo, então eu chegava pra minha tia, chutava a porta da cozinha e falava QUAL É O SEU PROBLEMA COMIGO?

E fim, acordei com o telefone, pra variar.