terça-feira, 24 de abril de 2012

Os sonhos mais lindos sonhei ♪

Essa noite eu sonhei que estava no meu quarto e lá dentro comigo tinha uma mulher branca muito gorda, mas muito gorda mesmo, do tipo obesa mórbida, do tipo que respira roncando, do tipo que cria fungo nas dobras da barriga, do tipo tão gorda, mas tão gorda, que não consegue sair da cama, tão gorda que tem as coxas tão cheias de gordura que ela não as fecha mais e tem que viver até o fim da vida de espacate. Então, essa gorda também tinha a barriga meio cabeluda. Meio não, era muito cabeluda. Era tipo couro de macaco a barrigona cheia de dobras dela.
Aí eu sonhei que ela estava pelada, e não bastando isso, sonhei que ela estava menstruada. Sonhei que ela estava tão menstruada que escorria nas pernocas roliças dela. E agora vem a parte nojenta da coisa: ela tentava me agarrar e forçava minha cabeça pra baixo para que eu a chupasse, e eu gritava "não, não, pára, me larga, me solta, sua porca".
Acordei em pânico.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Não vejo motivo pra ficar feliz quando fico um ano mais próxima da velhice.

E outra, sempre perto do meu aniversário alguém da minha família fica muito ruim.
2010 - Meu tio, vindo a falecer em agosto.
2011- Meu nonno, vindo a falecer em maio.
2012- Descobri que esses dias minha prima de 19 anos teve que tirar um tumor do seio.

E esses dias eu sonhei que estava no meu próprio velório.

Ah sim, hoje, das 9h da manhã até às 10h eu quase fui atropelada QUATRO vezes na região do Carrão, tomei banho de catchup e meu celular tá sem bateria.



E eu nem me lembro da última vez que alguém fez/comprou um bolo pra mim. Uma Ana Maria que fosse.
Tô amarga e pra ser bem sincera queria todo mundo me paparicando hoje.

E vou me dar um presente bem legal hoje. Só não sei o que.

sábado, 14 de abril de 2012

essa noite sonhei que estava na universidade na qual trabalho, que mais parecia um sítio. aí eu tinha que defender o lugar usando enormes martelos de carne, e a visão do sonho era igual a visão em primeira pessoa de Skyrim. aí eu matava um monte de gente com meu martelo de carne gigantes (shao khan me invejaria) enquanto minha namorada ficava passando a mão no meu cabelo falando "que lindo, você é loira" cheia das emoções.

fim.